"SÍNDROME DE ROKITANSKY (MRKH)"

Espaço para divulgação, informação e apoio às portadoras de "SÍNDROME DE ROKITANSKY".
A participação de profissionais de saúde e familiares também é muito bem vinda.
Vamos juntos debater o tema, esclarecer dúvidas e aprender para tornar a descoberta e aceitação da Síndrome menos dolorosa.

29 de ago de 2012

Adoção - O que é preciso?

 "Adotar é acreditar que a história é mais forte que a hereditariedade, que o amor é mais forte que o destino"  (Lídia Weber)

Sou mãe do coração! A adoção me trouxe a realização materna que eu tanto sonhava.
Ainda é comum as pessoas terem inseguranças quanto adoção.
Filhos adotivos trazem os mesmos desafios diários que os filhos biológicos. Vão dar orgulho, decepção, alegria, tristezas, vão ser trabalhadores ou preguiçosos, vão testar nosso amor, vão ter personalidade e pensamentos próprios mesmo você ensinando certinho todos os valores. Porque isso é filho!
Creio que o sucesso da relação filho e pais adotivos depende da maneira como acolhemos essa escolha.

Temos que ver essa como a grande possibilidade de ser mãe e não como um " prêmio de consolação".
Nunca dizer ao filho que lhe fez um favor em adotá-lo , nem ressaltar o abandono.  Lembre-se que essa relação é um encontro de anseios. Você desejava ser mãe e ele desejava ser filho. 
"Filhos adotivos não nasceram por acidente,não foram rejeitados. Eles nasceram pra nós! Da mesma forma, Nós não somos um erro da natureza. Nascemos pra eles. E o destino se cumpre através dos nossos encontros."

Crie e eduque normalmente, não dê privilégios por pena de sua história nem seja duro imaginando que traços pode trazer por hereditariedade.
Conte a verdade, vá falando aos pouquinhos, desde bem pequenino e vá acrescentando informação a medida que tenha capacidade de compreensão. Quando estiver maiorzinho só fale quando te perguntar. lembre-se que ao chegar em teus braços, começou uma nova história e é esta que servirá de referencial no futuro. 
Ame intensamente, se apegue, brinque, crie laços!  Amor costumeiramente atrai amor. 
Tenha orgulho dessa relação. Assim as pessoas irão respeitá-la.

 

Bem , agora vamos ao um resuminho dos passos necessários para a adoção:
* Cadastrar-se -  Procure a vara da infância de sua cidade, leve os documentos necessários.  
* Escolha o perfil da criança desejada. - especifique seu desejo: sexo, idade,cor, se aceita grupo de irmãos ( qtos?) , se aceita doenças tratáveis, deficiências, HIV...
 * Entrevista -  Você passará por entrevista com uma psicóloga do juizado agendará uma entrevista para conhecer seu estilo de vida, renda financeira e estado emocional. Uma assistente social visitará sua casa para avaliar se a moradia tem condições de receber uma criança.     (limpeza, organização e espaço)
 * Curso -   É necessário participar do curso de preparação dos pretendentes junto ao grupo de apoio.. É obordado aspectos jurídicos e psicosociais da adoção.O curso é obrigatório! Geralmente possuí carga horária de 10 horas.É neste momento que vc tem a oportunidade de fazer suas perguntas e ouvir depoimentos de quem já adotou.
 * Habilitação -   A partir das informações no seu cadastro e do laudo final da psicóloga, o juiz dará seu parecer. Isso pode demorar mais um mês, dependendo do juizado. Com sua ficha aprovada, você ganhará o Certificado de Habilitação para Adotar, válido por dois anos em território nacional. Após isto , vc entrará para a fila e passa aguardar ser chamada para conhecer seu filho.
* Tempo do processo -  A demora no processo e no tempo de espera tbm depende da comarca e do perfil de criança que vc deseja. Tem cidades com grande nº de crianças e poucos pretendentes, outras muitos pretendentes e poucas crianças . O tempo de espera por bb do sexo feminino costuma ser grande pois é desejo da maioria. 
Durante a espera você pode alterar o perfil, ampliando as chances.
Existe uma lei que rege a adoção, mas cada comarca adota um método. Algumas comarcas seguem a fila, outras usam o critério de prioridade. ( casais casados, jovens e sem filhos).

 Guarda -  Você receberá a guarda provisória da criança que é renovada a cada 6 meses. Recebendo a guarda definitiva, o juizado emitirá uma nova certidão de nascimento para a criança, já com o sobrenome da nova família. Você poderá trocar o primeiro nome dela se isso não causar desconforto à criança ( casos de maiores que já estão habituados com o nome.

Perguntas frequentes:

Quem pode adotar?    Pela lei solteiros, casal homossexual , deficientes físicos e pessoas com idade mais avançada, podem se inscrever desde que tenham condições psicológicas, físicas e financeira de acolher uma criança.

O que é Cadastro Nacional?    O cadastro Nacional funciona da seguinte forma: Não havendo pretendentes na cidade para aquele perfil de criança, fazem busca em cidades vizinhas, depois no estado, na região, e no pais. Até que se encontre uma família.Geralmente as crianças do cadastro são grupo de irmãos, maiores, com deficiências ou doenças ( tratáveis ou não). Depois de habilitada algumas comarcas aceitam que vc adote em outro estado, mas qdo preencher os papéis deve dizer que vc tem condições de viajar. Isso implica em custear as despesas e ter disponibilidade de ficar o tempo necessário. 
Quando a habilitação é negada?    Se cadastro pode não ser aprovado por vários motivos: desde a renda financeira até um estilo de vida incompatível com a criação de uma criança. Se isso acontecer, procure saber as razões. Você poderá fazer as mudanças necessárias e começar o processo novamente.
O que é adoção consensual ou dirigida                                                   Termo jurídico: “Intuitu Personae”. 
Este é o  caso onde a família biológica da criança , geralmente apenas a mãe, qdo declara que pai é desconhecido ou ausente,  entrega a criança em adoção a pessoa conhecida.
É necessário que o adotante já tenha posse da habilitação. ( Embora conheça casos em que não havia habilitação, mas foi necessário acompanhamento de advogado).
Lembrando que a família extensiva da criança possuí prioridade da guarda.
Algumas comarcas aceitam esse tipo de adoção, outras não. Vai depender da visão do juiz.
O que é adoção à brasileira   É aquela em que é feita uma falsa declaração de maternidade/paternidade. Constituí crime. A pessoa pode responder por falsidade ideológica.
O que é adoção tardia?    É considerada tardia  a adoção de crianças maiores e adolescentes.
A pessoa que encontra um bebê abandonado, pode adotá-lo ou tem prioridade    Essa pessoa não tem prioridade , mas pode adotá-lo caso esteja na fila da adoção.


Mais alguma dúvida? Faça suas perguntas em cometários. 

0 comentários:

Postar um comentário